Que tal um minimercado no seu condomínio?

Marília já conta com os Home Market´s em condomínios, você conhece a novidade?

Davi Esteves
04 Novembro, 2021. 19:03h

Com uma proposta inovadora, as franquias de Home Market iniciam uma batalha para estarem dentro dos condomínios. Com o objetivo de ofertar comodidade aos consumidores, eles querem colocar uma parte do supermercado dentro do seu condomínio.

Produtos que às vezes acabam e deixam os consumidores na mão, não serão mais um problema, eles querem tapar este buraco e concorrer com os mercadinhos de bairro. Com uma proposta que envolve tecnologia e participação de valores éticos, seus produtos ficarão à disposição dos clientes, em sistema “self-service”, para você pegar e pagar, via celular ou cartões físicos.

Os produtos iniciais são os clássicos de um mercadinho, como arroz, achocolatado, sal, açúcar e etc.. Conforme o comportamento de consumo averiguado, mais variedade de produtos é ofertada, atendendo os desejos dos clientes. Não possuem funcionários para atendimento e a loja é abastecida ao menos duas vezes por semana (aumentando de acordo com a necessidade).

Quanto aos preços, eles variam de acordo com produtos, em torno de 15% a 25% mais caro que nos supermercados. Os empreendedores do segmento dizem que conforme o segmento cresce, os preços tendem a cair.

O desejo dessas plataformas é obter uma fatia do mercado varejista e depois expandir a oferta.

Quanto ao êxito do modelo, o importante é saber gerenciar preços e logística. Se conseguirem manter um preço adequado e uma gôndola cheia o negócio é viável e com forte chance de expansão.

Seja Now!

Ser Now é uma oportunidade de potencializar o crescimento da sua empresa. Com a Fonefácil você e sua empresa são a nossa prioridade.

SEJA NOW!